Tunísia

Tunisia06

Grande hospitalidade e fartura cultural à beira de um deserto. Assim pode ser descrita a Tunísia, um dos destinos mais procurados do continente africano.

Localizada próximo ao Mar Mediterrâneo, a Tunísia tem muitos quilômetros de praias paradisíacas e hotéis luxuosos que não cobram tão caro pela estadia. Mas, para brasileiros acostumados as belezas naturais do território tupiniquim, isto pode não ser atraente assim. Quem arriscar se aventurar um pouco mais, em pouco tempo nota que a Tunísia tem muito mais a oferecer, como sua rica cultura.

As diferenças culturais são grandes, para um ocidental que chega desavisado por lá. Não é raro ouvir histórias de mulheres que passam a vida dentro de casa, ou que precisam se cobrir completamente para sair às ruas. Apesar de ser um povo muito receptivo e hospitaleiro, os tunisianos gostam de ter sua cultura respeitada.

A capital da Tunísia, Túnis, tem um ar parisiense e é ótima para fazer compras das mais diversas coisas. Não é raro se ver em cena de filme, na qual ofertas começam a um preço muito alto e podem ter uma redução drástica mediante boa barganha. Perto da capital ainda existem vestígios da cidade de Cartago, patrimônio mundial pela UNESCO, um belo sítio arqueológico voltado para o Mar Mediterrâneo.

Fora de Túnis, existe um roteiro que leva à ruínas romanas, ricas em história e muito bem preservadas. Começando pelo aqueduto de Zaghouan, com 60km de extensão e passando pelo coliseu de El Djem, que está aberto a visitações, chega-se à cidade romana de Sufetula, hoje conhecida como Sbeitla, que abriga templos quase intactos dedicados a Júpiter, Juno e Minerva.

A proximidade do deserto do Saara garante mais uma possibilidade de explorar esse território. A melhor – e mais inusitada – forma de se fazer esse passeio é no lombo de um dromedário! Hospede-se em Douz, passe uma noite no deserto, visite o Chott El Djerid, um imenso lago que divide a Tunísia ao meio e delicie-se com as paisagens impressionantes.

E como deixar de falar sobre religião? Todos os caminhos levam a Kairouan, a cidade sagrada dos muçulmanos. Para não praticantes desta religião, a Grande Mesquita de Kairouan é a chance mais fácil de se aproximar dos territórios sagrados para os tunisianos. Mesmo assim, não se deve esquecer nunca que a cultura ocidental, para eles, pode ser muito ofensiva. Respeitar seus costumes, principalmente em seus centros religiosos, garante a simpatia e a hospitalidade do povo da Tunísia para uma viagem incrível.

Galeria de Imagens

Solicite Seu Orçamento