Hong Kong

Hong Kong (1)

Hong Kong é uma das cidades mais famosas do mundo devido à sua agitação, aos seus arranha-céus e, principalmente, suas lojas. Contudo, visitar a cidade é uma chance de ir muito além das compras. Hong Kong é uma grande metrópole, com agitações urbanas, trânsito intenso e muito movimento. Porém aqui também é possível relaxar e descansar.

Será necessário alguns dias para visitar todo o território de 1.104 km² desta cidade chinesa. Uma boa dica para começar é ir até o Victoria Peak, uma montanha de 552m de altitude onde é possível ter uma vista da parte central da cidade.

Na descida, aproveite para fazer um passeio de barco e apreciar de perto toda a beleza do porto natural Victoria Harbour e da área urbana. O Star Ferry, como é chamado o trajeto, parte a cada cinco minutos do pier de Kowloon. Ao retornar ao continente, visite as lojas e feirinhas ao ar livre.

Depois das compras, a dica é conhecer os vários museus da cidade. Na estação central estão dois deles: The Hong Kong Planning and Infrastructure Exhibition Gallery e o Hong Kong Museum of Medical Sciences. O primeiro é uma espécie de museu do futuro, que através de painéis interativos e simulações, prevê como estará Hong Kong daqui 2, 4 ou 20 anos. O outro museu é um verdadeiro acervo da medicina. Visitado por turistas do mundo todo, aqui estão representados os avanços da medicina chinesa e da ciência oriental.

Ir a Hong Kong e não visitar algum templo é como se a viagem não valesse à pena. O mais famoso dos templos taoístas é o Wong Tai Sin Temple, fundado em 1921. Segundo o taoísmo, Wong Chuping tinha 15 anos quando começou a seguir os passos da religião e aos 40 tornou-se imortal. Diz-se que ele pune os males, cura as feridas, e resgata quem está a morrer. Aos que acreditam ou não, tudo o que for solicitado com misericórdia ou poder, será concedido.

Depois de museus, templos, passeios de barco e vistas amplas de Hong Kong, é hora de relaxar. Mesmo que distante do centro da cidade é válido ir até a Ilha de Lantau e conhecer a Disneylândia chinesa. Para se chegar até o mundo dos personagens da Disney, é preciso cruzar sob a ponte Tsing Ma, a maior ponte do mundo construída sob alto mar. Ela tem 30 quilômetros de extensão e um trem de alta velocidade que atravessa-a em apenas 23 minutos.

A língua mais falada em Hong Kong é o mandarim. Caso você não saiba a língua dos chineses, é preciso mandar bem no inglês. Ao contrário, tenha sempre por perto um amigo, um dicionário ou um guia que pode ser contratado antecipadamente. Assim, não há riscos de você perder alguma tradução, cultura ou história da cidade que respira nos ares os incensos queimados nas montanhas e brilha os painéis eletrônicos de tecnologia avançada.

Galeria de Imagens

Solicite Seu Orçamento